Com um salário contestado, Asamoah Gyan regressa para Gana

Partilhar no:
Mais Vistos

O avançado e lenda da Seleção do Gana Asamoah Gyan, está de regresso ao seu país  para representar uma equipa da primeira liga local.

Aos 34 anos de idade, Gyan teve que voltar a gana para jogar no modesto Legon Cities FC. O maior goleador dos Black Star, enfreta problemas financeiros desde 2018, altura que representava Kayserispor Kulübü da Turquia.

O jogador que marcou mais de 240 golos na sua carreira, estava a beira da falencia por não ter administrado bem a sua fortuna enquanto estava no auge.

Asamoah, foi uma das estrelas do Gana no Campeonato do Mundo realizado em junho de 2010 na África de Sul, tendo ainda falhado o penalti contra Uruguai no jogo que nunca sairá da memoria dos africanos.

O jogador ganês representou clubes como Rennes, Sunderland, Shangai chegando a ganhar 17 milhões por temporada.

Na sua nova aventura, Gyan, vai auferrir um salario anual de 2.4 milhões de Dólares num contrato válido por uma época, mas que foi bastante contestado pelos adeptos locais por ser demasiado alto olhando para actual situação financeira da sua equipa.

“O valor é absurdo nós podemos apostar na formação logicamente que teremos lucros”, escreveu um internauta, mas há quem olha com bom agrado o regresso de Asamoah para Gana, chegando a afirmar que a sua imagem vai atrair investidores internacionais.

Será que é o fim da carreira do camisa número 3 de Gana? ou será uma simples aventura.

Leave a Response